Blog

Atividades Físicas na Infância

por | out 9, 2020 | Traumatologia Esportiva | 0 Comentários

A importância da atividade física na infância

A prática de exercícios tem grande importância na saúde e desenvolvimento das crianças e adolescentes. É papel dos pais e educadores estimular e dar condições para que os pequenos se mantenham ativos desde os primeiros anos! Alguns dos benefícios da atividade física são:

  •  Desenvolvimento saudável do sistema músculo-esquelético (ossos, músculos e articulações)
  •  Desenvolvimento saudável do sistema cardiovascular (coração e pulmão)
  •  Desenvolvimento neuromuscular (coordenação motora, controle motor)
  •  Manter o peso corporal adequado
  •  Melhora da saúde mental, evitando a ansiedade e depressão
  •  Melhora do aspecto social (interação com outras crianças, confiança, integração)
  •  Estimula a adoção de hábitos saudáveis no futuro (evitar cigarro, álcool e drogas)

Recomendações de atividades físicas para crianças

2 a 5 anos

Para os pequenos, a melhor opção é estimular a brincadeira livre, sem estrutura rígida! Podemos incluir na atividade:

  • Correr
  • Pular e saltitar
  • Jogar e pegar objetos
  • Brincadeiras na água
  • Andar de triciclo ou bicicleta
  • Escalada em equipamentos de playground

As crianças nesta idade estão começando a dominar os movimentos básicos, mas ainda são muito novos para praticar esportes mais organizados. O importante nesta fase é manter os pequenos ativos e auxiliar no desenvolvimento de habilidades gerais, que irão resultar num melhor desenvolvimento físico e mental.

Importante lembrar que tentar fazê-los participar de esportes organizados não traz benefícios para a prática de esportes no futuro, e pode acabar frustrando os pais e a própria criança.

6 a 9 anos


É o momento ideal para início da prática de esportes organizados – sempre de forma lúdica, sem cobrança por desempenho. A criança deve ser apresentada ao maior número de modalidades possível, para estimular diferentes capacidades e permitir que ela desenvolva por si própria suas preferências.

Todos os esportes são bem-vindos! Futebol, corrida, natação, ginástica artística e rítmica, artes marciais, tênis, dança, patins, salto de corda…

Nesta fase, a criança já apresenta maior desenvolvimento motor, coordenação, capacidade de localização espacial e retém mais a atenção. Além disso, já consegue seguir orientações e direcionamentos mais facilmente.

A recomendação é que crianças e adolescentes, dos 6 até os 17 anos, realizem 1 hora ou mais de atividades físicas moderadas a vigorosas, todos os dias! A maior parte da atividade deve ter componente aeróbico – porém, ao menos 3 vezes na semana devem ser incluídas sessões mais vigorosas que estimulem também o fortalecimento ósseo e muscular.

A partir dos 10-12 anos

Nesta idade, a maioria das crianças já tem uma capacidade visual madura e consegue entender e memorizar estratégias esportivas. Assim, são capazes de realizarem treinamentos mais complexos dentro de cada modalidade esportiva, aumentando a especialização e a exposição ao ambiente de competição.

O foco do treinamento deve ser a construção de uma técnica e movimentos adequados, que serão a base para uma prática esportiva de qualidade ao longo da vida.

Importante lembrar que nesta fase os estirões de crescimento são comuns, e podem afetar de forma transitória a coordenação motora e o equilíbrio.

Dr. Paul André Alain Milcent (CRM/PR 29491 ) – Médico Ortopedista, especializado em Traumatologia Esportiva e Artroscopia Do Joelho.

Compartilhe esse post:

Dr Paul Milcent

Dr Paul Milcent

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.